Domingo, 17 de Outubro de 2021
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
19°
20°C
Salto do Jacuí/RS
Tempo limpo
Tempo limpo
19°
20°C
Arroio do Tigre
Tempo limpo
No ar: Fim de Semana Mega Music
Ao Vivo: Fim de Semana Mega Music
Agricultura

Emenda de R$ 50 milhões ao Orçamento da Secretaria da Agricultura é protocolada

Emenda de R$ 50 milhões ao Orçamento da Secretaria da Agricultura é protocolada
12.10.2021 08h45  /  Postado por: Reportagem

Os presidentes da Frente Parlamentar da Agropecuária Gaúcha, deputado Elton Weber (PSB) e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag/RS), Carlos Joel da Silva estiveram reunidos nesta quinta-feira (7), com o relator do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2022, deputado Mateus Wesp (PSDB) e o secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal. Também participaram o chefe de Gabinete da Casa Civil, Jonatan Brönstrup e técnicos da Secretaria de Agricultura, bem como deputados integrantes do colegiado.

A Frente irá protocolar nesta tarde uma emenda de R$ 50 milhões para ampliar o orçamento da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural. O entendimento é que a suplementação irá garantir uma melhor capacidade de investimento e custeio. Assinam a emenda doze parlamentares de oito partidos.Com a proposição de elevação do orçamento seria possível a injeção de recursos em programas estruturantes para os próximos ciclos.

Weber também reforçou ao secretário Gastal a necessidade de lançamento do Avançar Desenvolvimento Rural neste semestre. A sugestão é que os recursos sejam destinados à agricultura familiar, agroindústria familiar, apoio a feiras da agricultura familiar, apoio a cooperativas, pecuária familiar, infraestrutura, além de armazenamento de água e irrigação. A proposta tem respaldo da Fetag-RS. “A grande maioria dos municípios gaúchos tem sua economia alicerçada nas atividades agropecuárias. Entendemos que tanto a pauta do Avançar quanto a proposta de incremento do Orçamento são de suma importância”, reforça Weber.

O presidente da Fetag-RS Carlos Joel da Silva acrescentou a necessidade de verba para um programa de recuperação de solo. “Desnecessário explicar a importância da agricultura familiar para o Estado, somos diretamente responsáveis por 23% do PIB estadual, se falarmos indiretamente, chegamos a 50%”.

Gastal se colocou à disposição para analisar as questões, como a maior efetividade dos programas, menor burocracia e plena execução de recursos. Ele reforçou que haverá um Avançar para a agricultura, mas sem fornecer detalhes sobre prioridades de fomento e recursos. Na próxima quarta-feira, deputados da Frente da Agropecuária, governo e entidades prosseguem o diálogo sobre o Avançar.

*Jornal Comercio

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.