Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
33°
19°
28°C
Salto do Jacuí/RS
Nublado
No ar: Toque Geração
Ao Vivo: Toque Geração
Curiosidades

Eleitas as novas prendas adultas, juvenis e mirins do Rio Grande do Sul para 2018 e 2019

Eleitas as novas prendas adultas, juvenis e mirins do Rio Grande do Sul para 2018 e 2019
21.05.2018 10h53  /  Postado por: Redação

As novas prendas adultas, juvenis e mirins do Rio Grande do Sul para os anos de 2018 e 2019 foram conhecidas na noite de sábado (19) em Campo Bom, no Vale do Sinos. A 48ª Ciranda Cultural reuniu cerca de 4 mil pessoas na cidade em três dias de evento. As informações são do G1.

Nem o frio, a chuva e o vento afastaram o público. Ao todo, participaram do concurso 73 candidatas, e nove delas receberam as faixas para divulgar a tradição gaúcha. Confira a lista das novas representantes do estado.

Categoria adulta

1º Lugar: Jéssica Thaís Herrera – CTG Tropilha Farrapa – Lajeado – 24ª RT

2º Lugar: Ana Maria Kolling Lamarque – CTG Querência Crioula – Giruá – 3ª RT

3º Lugar: Tamara Trentini Rigo – CTG Pousada dos Tropeiros – Santo Antônio do Palma – 7ª RT

Categoria juvenil

1º Lugar: Cristina Kunzler Diemer – CTG Missioneiro dos Pampas – Três Passos – 20ª RT

2º Lugar: Nathalia Yasmin Gregoski – CTG Dom Luiz Felipe de Nadal – Passo Fundo – 7ª RT

3º Lugar: Tayline Alves Manganeli – CTG Pedro Telles Tourem- São Francisco de Assis – 10ª RT

Categoria mirim

1º Lugar: Letícia Soriano Coelho da Silva – 35 CTG – Porto Alegre – 1ª RT.

2º Lugar: Antônia Cardoso Gracióli Arend – CTG Sentinela da Querência – Santa Maria – 13ª RT

3º Lugar: Ester Belegante Nervo – PL Pai João – Água Santa – 7ª RT

Doação para a Liga de Combate ao Câncer

Antes de as novas prendas serem eleitas, as meninas que tinham os títulos de primeira, segunda e terceira prendas oficiais do Rio Grande do Sul nas categorias adulto, juvenil e mirim, realizaram uma ação solidária. Elas cortaram o cabelo e doaram para a Liga de Combate ao Câncer de Campo Bom.

Uma das marcas no visual das prendas é ter o cabelo bem comprido, para que elas possam fazer os penteados típicos da tradição. Mas para ajudar outras mulheres, elas abriram mão dessa característica e cortaram até 35 centímetros dos fios.

“Aquela perda do cabelo, devido ao tratamento, é como se elas perdessem um pouco da identidade delas. O nosso cabelo vai crescer e quando a gente pode cortar para colaborar com essas mulheres, a gente compartilha um pouco da nossa identidade e do nosso sentimento com elas, que são quem realmente precisa”, explicou a então ex-primeira prenda adulta do Rio Grande do Sul, Renata da Silva.

A ação foi positiva não apenas para as mulheres que sofrem de câncer, mas também para quem exerceu a solidariedade.

“Esse corte de cabelo só veio a somar e a nos deixar ainda mais felizes e realizadas. Esse gesto que para nós pode parecer tão simples, a gente espera que ajude muitas meninas e mulheres que precisam dessa ajuda e desse auxilio”, afirmou a então segunda prenda do estado, Caroline Reolon Scariot.

Foto: Deivis Bueno/MTG/Divulgação.

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.