Domingo, 05 de Julho de 2020
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Alguns chuviscos
18°
13°
13°C
Salto do Jacuí/RS
Alguns chuviscos
Chuvas esparsas
17°
13°
13°C
Arroio do Tigre
Chuvas esparsas
No ar: Hora Germânica
Ao Vivo: Hora Germânica
Agricultura

Área de trigo dos associados da Cotriel deve aumentar cerca de 30% este ano

Área de trigo dos associados da Cotriel deve aumentar cerca de 30% este ano
29.05.2020 11h12  /  Postado por: Redação

As chuvas da última semana foram benéficas para deixar o solo úmido e em ainda melhores condições para os trabalhos de campo visando a implantação das culturas de inverno.

O zoneamento para o plantio de inverno começou neste dia 21 de maio. O assessor de grãos e fomento da Cotriel, Cristiano Corazza, ressalta que mesmo após a última safra de soja não ter alcançado a produtividade esperada, o associado está se informando quanto à cultivares de trigo, bem como o planejamento de aplicações de insumos e adubação: “ O sistema bancário tem aportado para o produtor  valores condizentes para que se faça um plantio de inverno de média tecnologia para alta. A região que mais planta trigo é a que vai de Estrela Velha para Espumoso, sendo que a região sul, que vai de Arroio do Tigre até Pantano Grande não tem uma área tão expressiva como a nossa. A relação atual do preço do cereal na pedra com o custo de produção está interessante e a perspectiva de um inverno um pouco menos chuvoso porém mais frio em relação ao ano passado está animando o nosso agricultor a preparar a sua área”, afirmou.

Cristiano orienta que os produtores observem  as condições ideais de clima e solo e estejam atentos, principalmente, a incidência de geadas, que já ocorreram no mês de junho e devem ser extremamente comuns até o mês de setembro: “Mesmo observando o zoneamento, recomendamos que o plantio de trigo tenha  cuidados principalmente com as baixas temperaturas, pois se ocorrer uma geada fora de época os danos ao material podem ocasionar perda total na lavoura. Por isso, a nossa assistência técnica está capacitada para orientar os associados quanto à melhor época de semeadura de cada cultivar e o ciclo mais adequado à sua região, seja ele longo, médio, curto, precoce ou superprecoce”, lembra.

O assessor espera que a área de trigo aumente cerca de 30% este ano, devido à quebra da produtividade da última safra de verão: “Boa parte dos que investirão no cereal este ano são os plantadores tradicionais, sendo que outra parcela corresponde aos que resolveram retomar o cultivo a fim de rentabilizar a sua propriedade”, comenta.

Quanto aos encontros com a área técnica de todas as Unidades, Corazza ressalta que a ferramenta de videoconferência tem sido amplamente utilizada. Por outro lado, as visitas às propriedades seguem sendo realizadas normalmente: “Desde que as secretarias de saúde e o Ministério da Saúde começaram a definir os protocolos sanitários, passamos a nos reunir com os técnicos das nossas filiais e com as empresas parceiras de forma virtual. No que diz respeito às visitas nas propriedades, que são cerca de 10 mil por ano em toda a nossa região,  todas seguem rigorosos padrões de higiene, com os nossos colaboradores tendo acesso às máscaras, luvas e álcool gel, sendo que ao entrar nas dependências da Cooperativa há um novo processo de higiene que é feito, a exemplo do que é feito nos outros setores”, salientou.

Cristiano finaliza informando que já pensando na safra de verão, a Cotriel já foi para o mercado garantir as mesmas cultivares oferecidas aos produtores, a fim de que não haja falta do produto quando acontecer o plantio da safra no mês de novembro: “A nossa venda varia de 30 a 40 mil sacas de sementes anualmente e, visualizando, que devido à estiagem o produtor não pode armazenar sementes com a qualidade necessária para o bom desenvolvimento das cultivares, já buscamos bem antes esta demanda e materiais mais solicitados pelo nosso associado, garantindo preços extremamente competitivos para quem desejar adquirir sua semente. Isso mostra que a Cotriel está sempre preocupada com o produtor e ele pode ficar tranquilo, que haverá materiais suficientes para a semeadura de verão”, encerra.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Foto: Luciano Nicolini

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.