Terça-feira, 30 de Novembro de 2021
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
26°
13°
21°C
Salto do Jacuí/RS
Tempo limpo
Tempo limpo
26°
13°
21°C
Arroio do Tigre
Tempo limpo
No ar: Bom Dia Geração
Ao Vivo: Bom Dia Geração
Saúde

Primavera: estação das flores e das alergias respiratórias

Primavera: estação das flores e das alergias respiratórias
15.10.2021 10h48  /  Postado por: Reportagem

 

A primavera é conhecida como a estação das flores, mas também como a estação das crises alérgicas, visto que é um período de polinização das plantas, onde há uma grande quantidade de pólen no ar. Dessa forma, o número de casos de alergias respiratórias aumentam nessa época do ano, principalmente, os casos de rinite alérgica (inflamação da mucosa nasal), que atingem um grande número de pessoas no município de Salto do Jacuí.

Assim, o Clínico Geral Humberto Ferreira comentou sobre os diferentes tipos de rinite, e da importância de realizar o diagnóstico clínico, junto a um médico, para assim, realizar o tratamento correto da alergia. Para ele, a maioria dos casos são mal tratados, pois muitas pessoas acabam buscando tratamentos para as crises alérgicas com pessoas não especializadas no problema, e assim, acabam se automedicando.

Em relação aos sintomas, a rinite alérgica muitas vezes é confundida com uma gripe, assim, Humberto destaca que a rinite pode ser caracterizada pelos sintomas localizados na face, como: obstrução nasal, espirros frequentes, coceiras nos olhos e nariz. Diferente dos sintomas da gripe, que geralmente atingem todo organismo do indivíduo, o que provoca sintomas mais intensos.

Ainda não existe uma cura para as alergias respiratórias, mas existem medidas simples que amenizam o quadro da doença, como evitar tapetes, cortinas, bichos de pelúcia e animais de estimação dentro do quarto de dormir.  Além disso, Humberto sugere a lavagem das fossas nasais com soro fisiológico, de duas a três vezes por dia. Apesar dessas medidas, o diagnóstico médico é essencial para realizar um tratamento eficaz, de acordo com a alergia específica de cada pessoa, e evitar o agravamento do caso alérgico.

Entrevista completa no player acima.

Colaboração Amanda Vieira/Estudante de Jornalismo

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.