Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
33°
19°
28°C
Salto do Jacuí/RS
Nublado
No ar: Toque Geração
Ao Vivo: Toque Geração
Notícias

Pórtico de acesso ao município de Agudo é derrubado após colisão de caminhão

Pórtico de acesso ao município de Agudo é derrubado após colisão de caminhão
Foto: Guilherme Simon / Divulgação
15.09.2018 13h22  /  Postado por: Redação

Uma situação inusitada deixou, por quase sete horas, o município de Agudo, na Região Central, com o seu principal acesso interrompido. Isso porque um caminhão, com placas do mesmo município, passou com a caçamba erguida por debaixo do pórtico e, com isso, parte da estrutura — que fica no entroncamento da RSC 287 com a 348 — foi derrubada. Ou seja, das 3h30min até as 10h30min deste sábado (15), nenhum veículo conseguiu acessar ou sair do município de pouco mais de 17 mil habitantes. As informações são de GaúchaZH.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal de Novos Cabrais, que atendeu a ocorrência, o caminhoneiro afirmou que não percebeu que estava com a caçamba erguida. O homem, que não teve a identificação revelada, não sofreu ferimentos, foi submetido ao teste do bafômetro que não apontou ingestão de bebida alcoólica.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Obras e Serviços de Agudo, Claírio Dutell, a previsão é de que a liberação total do trânsito ocorra até o fim da tarde de sábado. Enquanto isso, o acesso ao município se dá por meio de uma estrada do Interior. Ele explica que o acesso ao pórtico conta com placas de sinalização e iluminação.

Duttel reforça que a falta de atenção do caminhoneiro irá sair cara aos cofres do município. Ainda que não tenha, neste momento, como precisar valores, ele afirma que será preciso “refazer todo o pórtico”. Ao longo de toda a manhã, servidores da prefeitura trabalharam na remoção do que restou da estrutura.

— Desde que foi removido o caminhão, as nossas equipes trabalham para fazer o corte da estrutura. Acreditamos que, ao fim dessa parte, será possível fazer a retirada total do que sobrou do pórtico — diz o secretário.

A obra foi construída há 20 anos em parceria, à época, com o Rotary do município. Agora, a prefeitura estuda a possibilidade de firmar parcerias com a iniciativa privada frente às restrições orçamentárias.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.