Sábado, 08 de Agosto de 2020
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Ensolarado
23°
12°
22°C
Salto do Jacuí/RS
Ensolarado
Tempo limpo
23°
11°
23°C
Arroio do Tigre
Tempo limpo
No ar: Bailão da Geração
Ao Vivo: Bailão da Geração
Polícia

Polícia Civil apreende carga de cocaína pura que seria vendida em Santa Cruz

Polícia Civil apreende carga de cocaína pura que seria vendida em Santa Cruz
02.07.2020 09h22  /  Postado por: Redação

Uma operação da Polícia Civil de Santa Cruz do Sul, realizada no início da manhã desta quinta-feira (2) interceptou uma carga de drogas que chegavam à cidade. A abordagem a uma Montana, com placa de Porto Alegre, foi realizada na BR-471, no trevo do Bom Jesus. Ao todo foram apreendidos 6 kg de cocaína pura, chamado escama de peixe, avaliado em R$ 400 mil.

A ação, denominada de Operação Traição, esteve a cargo da Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e teve o apoio da 2ª Delegacia de Polícia Civil, resultando na prisão do motorista do veículo, de 49 anos, natural de Novo Hamburgo. Estiveram à frente da operação os delegado titular da Draco, Marcelo Chiara; o delegado Luciano Menezes, titular da Delegacia de Polícia Regional e Alessander Zucuni Garcia, titular da 2ª DP.

A operação recebeu o nome de Traição, porque a Polícia Civil tem apurado que indivíduos da facção criminosa que domina o tráfico na região, em função de uma crise, passaram a comprar drogas de uma outra facção criminosa da região metropolitana, o que é considerado uma traição entre as facções.

COMBATE EXAUSTIVO

De acordo com o delegado Luciano Menezes, a Polícia Civil tem realizado um combate exaustivo contra o narcotráfico que tem fomentado uma série de outros crimes, principalmente homicídios na região: Estamos focando nos grandes traficantes e nos carregamentos de entorpecentes. No feriado de Corpus Christi nós pegamos 20 kg chegando da região metropolitana. Hoje interceptamos outro carregamento que os criminosos estão “tombando”, porque de cada tijolo eles fazem mais três. Seriam reprensados, agregados alguns produtos químicos e virariam uns 18 kg”. Ainda acrescenta:Ficamos imaginando o que circula de drogas na região que é infinitamente impossível a polícia ter um controle e chegar no resultado que chegamos hoje. Em uma época de pandemia, tenho que louvar os policiais que estão conosco”.

O delegado ressalta que os próprios traficantes se definem como comerciantes por venderem mercadorias e existirem pessoas interessadas na compra: “Hoje quem deveria ser punido são também os consumidores de drogas. Sabemos que não temos como terminar com esse tipo de coisa, mas fazemos o que podemos”.

 

Fonte e fotos: Portal Arauto

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.