Sexta-feira, 14 de Junho de 2019
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Parcialmente nublado
26°
18°
23°C
Salto do Jacuí/RS
Parcialmente nublado
No ar: Feirão da Geração
Ao Vivo: Feirão da Geração
Meio Ambiente

País diminui taxa de emissão de dióxido de carbono dois anos antes do prazo

País diminui taxa de emissão de dióxido de carbono dois anos antes do prazo
Foto: EBC
14.08.2018 17h46  /  Postado por: Redação

O Brasil cumpriu a meta para redução da emissão de dióxido de carbono na atmosfera com dois anos de antecedência. De acordo com o secretário de Mudança do Clima e Florestas, Thiago Mendes, o país tinha se comprometido a diminuir até 2020 a liberação de 564 milhões de toneladas do gás na Amazônia e de 104 milhões de toneladas no Cerrado.

“Existem duas metas: uma meta nacional e uma meta internacional. A meta que foi sinalizada do cumprimento é a meta internacional, que fala sobre dois biomas: um sobre o Cerrado e outro sobre a Amazônia. Na questão específica do Cerrado, a expectativa era que até 2020 ocorresse uma redução do desmatamento no Cerrado que alcançasse um montante de 104 milhões de toneladas e no caso da Amazônia era de 564 milhões de toneladas.”

Segundo o secretário, esta redução foi uma medida importante, afinal, o gás contribui para o agravamento do efeito estufa, que como consequência, aumenta da temperatura média da superfície da Terra, causando mudanças climáticas como chuvas intensas, secas, ondas de frio e de calor, afetando populações e até a dinâmica da economia.

Thiago Mendes cita também que com estas reduções, o país tem chances de avançar para a meta do Acordo de Paris, que foi aprovado por 195 países, em uma tentativa de resposta global à ameaça da mudança do clima.

“Não existiria vida no planeta Terra se não existisse o processo do chamado efeito estufa. O que está acontecendo, principalmente da Revolução Industrial para cá é que nós, como civilização, estamos emitindo muito mais gás de efeito estufa, o CO2, do que a Terra tem capacidade de absorver. Novamente, não podemos descansar, mas é uma ótima sinalização que a gente consegue antecipar algumas delas e aumentar a nossa possibilidade de avançar para a meta do acordo de Paris.”

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, além da redução do desmatamento, os principais fatores que permitiram antecipar o cumprimento da meta foram a gestão de áreas protegida e o Cadastro Ambiental Rural.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.