Sexta-feira, 29 de Maio de 2020
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Ensolarado
23°
13°C
Salto do Jacuí/RS
Ensolarado
Tempo limpo
21°
10°
16°C
Arroio do Tigre
Tempo limpo
No ar: Bom Dia Geração
Ao Vivo: Bom Dia Geração
Saúde

Médicos reforçam, através de Carta Aberta, a importância do isolamento social na região Centro Serra

Médicos reforçam, através de Carta Aberta, a importância do isolamento social na região Centro Serra
31.03.2020 08h57  /  Postado por: Magali Drachler

Um grupo de 28 médicos do Centro  Serra assinou uma carta aberta destinada à população e às autoridades, nesta segunda-feira, 30. Os profissionais destacam a importância do isolamento social por, pelo menos, mais uma semana, buscando o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19).

No documento eles destacam que são contra a reabertura do comércio na região, que está prevista para essa quarta-feira, 1º de abril, salientando a importância da permanência do isolamento social, até que surjam mais atualizações sobre o panorama da doença, para que a retomada não cause uma sobrecarga no sistema de saúde.

Os médicos citaram exemplos de outros lugares, como Milão, na Itália, onde o isolamento social não foi adotado e os serviços funcionaram normalmente, o que acabou custando milhares de vidas e levando o prefeito da cidade a reconhecer que errou ao incentivar que as medidas de distanciamento social não fossem adotadas. Também trazem o exemplo de Hong Kong e Taiwan, onde o isolamento social foi adotado e a prática levou à redução do contágio.

Os médicos citaram ainda que é aguardada a vinda de respiradores, equipamentos de proteção individual e outros materiais, e que o prazo para a chegada destes produtos é de 30 dias, em virtude da grande demanda pelos itens no Brasil e no mundo.

Conforme os profissionais, uma pesquisa coordenada pelo Imperial College de Londres, que foi assinada por mais de 50 cientistas renomados, reafirma a necessidade do mundo adotar medidas de impacto para conter a Covid-19. O estudo cita o Brasil como um dos exemplos, demostrando que, com o aumento do número de testes e o isolamento social, o país pode evitar cerca de 1 milhão de mortes.

Na sexta-feira, 27, os prefeitos da AMCserra (Associação dos Municípios do Centro-Serra), realizaram uma reunião em que definiram a reabertura do comércio. Nesta terça-feira os prefeitos voltam a se reunir.

 

Carta divulgada pelos médicos, na íntegra:
“Diante da pandemia de coronavírus (Covid-19) vivida pelo mundo viemos por meio desta carta alertar a população do Centro-Serra e às autoridades, sobre a necessidade de mantermos o isolamento social com manutenção das atividades essenciais, como medida de contenção da doença, por pelo menos mais uma semana.


Observamos todos os dias nos noticiários a expansão da epidemia causada pelo novo coronavírus e a gravidade que ela apresenta em países que estão atingindo o ápice do contágio, na Itália, por exemplo, o número de mortos chega há aproximadamente 1.000 pessoas por dia.
No Brasil estamos a pouco mais de um mês do primeiro caso totalizamos 141 mortos até então, e ainda estamos no início da epidemia.
Nesse momento é extremamente necessário programarmos nossas ações para que num futuro próximo não nos arrependamos do que deixamos de fazer.


Nesse contexto achamos necessário que as medidas de isolamento prossigam até termos mais atualizações sobre o novo panorama da doença evitando assim que o nosso sistema de saúde se sobrecarregue.


Atualmente nossa região aguarda a vinda de respiradores, equipamentos de proteção individual e outros instrumentos de trabalho, recebemos doações para compra, mas o Brasil e o mundo estão correndo contra o tempo para produzir e enviar os equipamentos necessários para uma boa assistência de saúde. Hoje o prazo que nos foi dado para recebermos nossos equipamentos foi de 30 dias. Tendo em vista a situação citada e que ainda enfrentaremos o pico da nossa epidemia, precisamos nesse momento de calma e boas estratégias.


A Organização Mundial da Saúde orienta a testagem em massa como forma de contenção da doença, proposta que foi colocada em prática em países como Coreia do Sul e China com bons resultados. No Brasil ainda não dispomos de testes em larga escala, testamos apenas os casos graves da doença, por esse motivo essa estratégia de contenção ainda não é possível no nosso meio.


Por outro lado o distanciamento social também aparece como medida necessária e adequada. Em Hong Kong e Taiwan essa medida foi essencial para redução do contágio. Distanciamento esse que foi adotado inicialmente por cidades da Itália como Milão, e afrouxado em um segundo momento. Hoje após um salto expressivo no número de casos e de mortes o Prefeito de Milão já veio a público afirmar que errou ao incentivar que as medidas de distanciamento social fossem aliviadas.


Tomando como exemplo as experiências de países que estão na nossa frente em relação ao contágio do coronavírus e a opinião de especialistas em infectologia espalhados pelo mundo assim como o Imperial College de Londres que coordenou um recente estudo assinado por mais de 50 cientistas renomados reafirmando a necessidade de tomarmos medidas de impacto para contermos o avanço da covid-19.


O estudo mostra que: se as medidas adequadas forem tomadas o mundo poderia evitar cerca de 40 milhões de mortes. O estudo fala especificamente do Brasil, afirmando que se medidas como o aumento de testes e isolamento social forem tomadas nosso pais poderá evitar cerca de um milhão de mortes.


No momento, e levando em consideração o contexto exposto, nos colocamos contra a retomada das atividades na nossa região a partir do dia 1º de abril. Para o bem da nossa população e de nossos serviços de saúde.
Devemos nos unir contra o inimigo invisível para que num futuro próximo possamos olhar para trás sem pesar”.

 

Sobradinho, dia 30 de março de 2020.

Assinam:
Dra. Gabriela Koehler CRM 46857/RS
Dra. Rafaela Fickel CRM 44221/RS
Dr. Lauro Krischke Sebastiany CRM 15009/RS
Dra. Tainá Macedo Carvalho RMS 4302010
Dr. Henrique Edimilson Yoshiharu Sera CRM 26925/RS
Dra. Milena Pereira de Toledo Cancissu RMS 4302053
Dr. Carlos Francisco Sebastiany CRM 19593/RS
Dr. Erico Sousa Camilo RMS 4301992
Dr. Lissauer Antonio Lima Barbosa CRM 16826/RS
Dr. Dunay Antunes de Oliveira CRM 28872/RS
Dr. Gileno Carlos Lopes de Pelegrin CRM 23207/RS
Dra. Amanda Ketzer Menezes Citrin CRM 38610/RS
Dra. Juliana de Moura Severo CRM 39908/RS
Dr. Vaner Aguiar Xavier CRM 22194/RS
Dr. Pedro Jose Pra CRM 15498/RS
Dr. Rodrigo José Dias Strahsburg CRM 28067/RS
Dra. Maria Luisa Suárez Gutiérrez Cella CRM 32457/RS
Dr. Rodrigo Guidolin de Almeida CRM 31451/RS
Dr. Diego Henrique dos Reis Pimenta CRM 44199/RS
Dra. Gabriela Nogueira Lorenzi CRM 29717/RS
Dr. Marcelo Gabriel da Silva CRM 31464/RS
Dr. João Luiz Kischener CRM 36815/RS
Dr. Gustavo Nogueira CRM 42399/RS
Dr. Mauro Gimenez Olazar CRM 22413/RS
Dra. Ana Teresa Monmany Jobim CRM 19679/RS
Dr. Maurício Steigleder Narchi CRM 36213/RS
Dr. Paulo Rogério da Cunha CRM 18203/RS
Dr. Gilson Diesel Sebastiany CRM 27312/RS

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.