Domingo, 18 de Abril de 2021
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
25°
17°
22°C
Salto do Jacuí/RS
Tempo nublado
Tempo nublado
23°
17°
21°C
Arroio do Tigre
Tempo nublado
No ar: Fim de Semana Mega Music
Ao Vivo: Fim de Semana Mega Music
Repórter Geração

“Foi uma experiência terrível”, diz o cardiologista Gilberto Rathke, após contrair o coronavírus

“Foi uma experiência terrível”, diz o cardiologista Gilberto Rathke, após contrair o coronavírus
22.02.2021 14h01  /  Postado por: Redação

O cardiologista Gilberto Rathke, ex-prefeito de Arroio do Tigre, recebeu alta hospitalar, após ter ficado 8 dias internado na UTI, para tratamento da Covid-19. Ele está em sua casa em Arroio do Tigre. Falando à Rádio Geração FM nesta segunda-feira, 22, explicou que foi vacinado e após dois dias começou com sintomas. Passados três ou quatro dias já estava em fase inflamatória. Depois partiu para síndrome e desconforto respiratório agudo. No período que esteve na UTI recebeu ventilação mecânica com alto fluxo de oxigênio, que além de suprir a necessidade de ar, expande o pulmão. “Foi uma experiência terrível. Fiquei em estado de fraqueza enorme, perdi oito quilos e a capacidade respiratória. Tive que fazer ventilação não invasiva e até fisioterapia. A diabetes aumentou, a pressão subiu e o coração falhou”, revelou acrescentando que “Não desejo que ninguém passe por o que precisei enfrentar nesses oito dias na UTI. É assustador e muito perigoso. É algo que não se pode esquecer”, destaca Gilberto.

Ele também falou das sequelas da doença assim como fez uma apelo para à população.

O cardiologista atua na linha de frente do tratamento contra o Covid-19 e já havia feito três exames durante a pandemia para saber se havia ou não contraído o vírus. “Todos eles tiveram resultado negativo. Fazia, pois sempre pensei em proteger minha família e meus pacientes”, explica. Mas, a notícia que ninguém quer surgiu na forma de um novo exame, com resultado positivo. “Tinha sintomas, mas não pensei que iria evoluir para um caso grave. A doença é sorrateira e ataca muito rapidamente”, revelou Gilberto Rathke.

“Eu só tenho a agradecer a minha família, que sempre esteve ao meu lado, que me deu toda a força. Também agradeço aos meus pacientes e amigos por torcerem por mim. Eu estou vencendo, mas nem todos têm essa possibilidade”, finaliza.

 

Foto Arquivo

Ouça a entrevista completa no player acima.

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.