Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
29°
17°
18°C
Salto do Jacuí/RS
Tempo limpo
Tempo limpo
28°
17°
18°C
Arroio do Tigre
Tempo limpo
No ar: Bom Dia Trabalhador
Ao Vivo: Bom Dia Trabalhador
Polícia

Filho é preso como principal suspeito de incendiar casa e matar pais e irmã em Tunas

Filho é preso como principal suspeito de incendiar casa e matar pais e irmã em Tunas
Foto: Brigada Militar
15.02.2021 10h44  /  Postado por: Reportagem

Um crime bárbaro chocou a comunidade regional, na manhã de sexta-feira, 12. Por voltas das 6h40, a Brigada Militar de Tunas foi acionada pelo filho do casal, Jaime Arlindo dos Santos, 23 anos, pedindo socorro e alegando que a casa de seus pais estava em chamas.

Ao chegar no local, em Rincão dos Tocos, distante cerca de 20 quilômetros da cidade de Tunas, a equipe se deparou com a residência totalmente destruída pelas chamas e os corpos das vítimas carbonizados.

Conforme o comandante da Brigada Militar, Ivair Keller, o filho, contou que estava em uma festa na cidade de Espumoso.

O casal era conhecido na comunidade. O comandante disse que aparentemente era uma família de boa vivencia. Inclusive o pai falava muito bem do filho que o ajudava nos afazeres da lavoura e da propriedade.

O filho do casal, Jaime Arlindo dos Santos, 23 anos, foi preso na manhã deste domingo, 14, quando chegava para o velório dos pais e da irmã.

Conforme a delegada Alessandra Xavier de Siqueira, durante a perícia, foram encontrados resíduos de diesel na casa, o que teria confirmado a hipótese de um incêndio criminoso. Após isso, testemunhas teriam visto o jovem em uma boate, exalando cheiro do óleo. Diante disso e dos relatos de familiares sobre a frieza do suspeito com a notícia da morte dos pais e da irmã, a polícia expediu mandado de prisão por 30 dias que, segundo a delegada, pode se converter em prisão preventiva.

Ainda, de acordo com Alessandra, em depoimento o jovem teria dito que, antes de atear fogo, teria efetuado um disparo de arma de fogo após uma discussão com o pai em legítima defesa. Já os corpos da mãe e da irmã, foram localizados no banheiro, que estava trancado. O suspeito foi encaminhado ao Presídio de Sobradinho.

As vítimas foram identificadas como Adão Antunes dos Santos, de 66 anos, Marlene Schoeninger, de 43, e Jamile Schoeninger dos Santos, de 1 ano e 4 meses.

 

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.