Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Ensolarado
28°
15°
23°C
Salto do Jacuí/RS
Ensolarado
Tempo limpo
27°
16°
29°C
Arroio do Tigre
Tempo limpo
No ar: Frequência 107
Ao Vivo: Frequência 107
Polícia

Ex-marido de contadora desaparecida no RS e jovem se tornam réus por assassinato e ocultação de cadáver

Ex-marido de contadora desaparecida no RS e jovem se tornam réus por assassinato e ocultação de cadáver
05.04.2018 15h46  /  Postado por: Elion Silva

O ex-marido da contadora Sandra Mara Trentin, que está desaparecida desde 30 de janeiro após ter sido vista pela última vez em Palmeira das Missões, Norte do Rio Grande do Sul, e um jovem de 21 anos tornaram-se réus por homicídio qualificado e ocultação de cadáver da mulher. Eles estão presos há mais de um mês.

A denúncia do Ministério Público contra Paulo Ivan Landefeldt, de 47 anos, e Ismael Bonetto foi acolhida pelo juiz João Garcez de Moraes Neto, da 1ª Vara Judicial de Palmeira das Missões. A decisão judicial chegou nesta quarta-feira (4) ao cartório da cidade. Os réus terão 10 dias para apresentar a resposta à acusação.

Segundo o promotor de Justiça Marcos Eduardo Rauber, não há dúvidas sobre o envolvimento dos dois no crime. “Temos elementos suficientes para concluir nesse momento que ela foi morta, e o corpo, ocultado”, afirma.

De acordo com o inquérito policial, Paulo, que era vereador em Boa Vista das Missões, pagou uma quantia em dinheiro para que Ismael e outras pessoas, ainda não identificadas, matassem a contadora.

Ismael Bonetto foi preso em Lages, Santa Catarina, e confessou o crime, em depoimento, como conta o promotor. Ele forneceu detalhes sobre o caso.

Mesmo com o inquérito já remetido, a Polícia Civil segue as investigações para tentar esclarecer mais fatos sobre o crime

A denúncia narra que Ismael Bonetto e os outros envolvidos espreitaram Sandra desde Boa Vista das Missões e a abordaram na cidade de Palmeira das Missões. Após renderem a vítima, levaram-na para local ermo, onde, ela foi morta a tiros. O corpo foi ocultado em local ainda desconhecido. Segundo o MP, o crime ocorreu entre 30 de janeiro e 17 de fevereiro deste ano.

Os denunciados devem responder por homicídio triplamente qualificado. O suspeito mandou matar Sandra por motivo torpe. Segundo o MP, ele queria o fim do casamento sem a necessidade de partilha do patrimônio do casal. Paulo teria pago R$ 40 mil a Ismael.

O desaparecimento

A contadora Sandra Mara Trentin, de 48 anos, foi vista pela última vez em Palmeira das Missões, em 30 de janeiro. A família não tem notícias desde então.

Imagens de câmeras de segurança mostram a caminhonete da mulher, uma Ranger preta, no dia do desaparecimento. Por causa da rotina de trabalho, Sandra costumava vir até três vezes por semana à cidade.

Em 30 de janeiro, ela esteve na junta comercial, no Centro de Palmeira das Missões, onde permaneceu por 20 minutos. Depois, a família encontrou o carro de Sandra estacionado em uma rua. Dentro do veículo, a polícia encontrou o chip do celular e documentos da mulher.

Foto: Reprodução/RBS TV

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.