Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Parcialmente nublado
17°
8°C
Salto do Jacuí/RS
Parcialmente nublado
Tempo nublado
16°
8°C
Arroio do Tigre
Tempo nublado
No ar: Repórter Geração
Ao Vivo: Repórter Geração
Polícia

Delegado ressalta investigações em Salto do Jacuí

Delegado ressalta investigações em Salto do Jacuí
09.07.2015 11h51  /  Postado por: upside

 
Por volta das 16hs dessa quarta-feira, 08, a agência dos Correios de Salto do Jacuí foi assaltada por um elemento que, segundo o gerente da unidade, Paulo Conte, entrou no estabelecimento de capacete, com uma arma de fogo em mãos, anunciando o assalto. Ainda segundo o gerente, o criminoso pulou sobre o balcão, recolheu o dinheiro, uma quantia ainda não revelada que havia nos caixas, e ordenou que os funcionários abrissem o cofre. Informado sobre a dificuldade de acesso ao sistema do cofre, o bandido fugou em uma moto. A gerência da agencia foi orientada pela direção nacional da instituição a isolar o local. Os funcionários prestaram depoimento na Delegacia de Polícia de Salto do Jacuí e, posteriormente, será feita perícia também coma Polícia Federal. O Delegado Rafael dos Santos, que responde por Salto do Jacuí, esteve em contato com nossa reportagem na manhã desta quinta-feira, 9 de julho, para dar orientações sobre como agir nesse tipo de caso. No início de sua fala, ele ressalta que em hipótese alguma deve-se esboçar algum tipo de reação, pois normalmente os indivíduos estão armados e sob efeito de entorpecentes. Após sofrer qualquer tipo de ação dessa forma, é indicado que a pessoa não tente se prevenir de uma ação mais brusca, obedecendo assim as ordens que lhe são dadas, no intuito de preservar sua integridade física. Ainda segundo informações de Rafael dos Santos, a polícia militar tem muitas dificuldades e carências, mas procura tratar delitos mais graves, que são prioridade, onde eles está incluído o roubo, realizando o trabalho com a ajuda da comunidade, sendo esta uma realidade de toda a região e também do Estado. A preocupação maior é de que permita-se apenas o prejuízo material, protegendo a integridade física. Sobre a situação de Salto do Jacuí, ele ressalta que há investigações em andamento. 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.