Domingo, 29 de Março de 2020
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Alguns chuviscos
28°
20°
20°C
Salto do Jacuí/RS
Alguns chuviscos
Chuvas esparsas
27°
19°
22°C
Arroio do Tigre
Chuvas esparsas
No ar: Hora Germânica
Ao Vivo: Hora Germânica
Notícias

Corsan estuda construção de uma nova barragem com estação de tratamento em Arroio do Tigre

Corsan estuda construção de uma nova barragem com estação de tratamento em Arroio do Tigre
20.02.2020 14h05  /  Postado por: Redação

Em Porto Alegre, durante reunião na Corsan na quarta-feira, 19, o prefeito de Arroio do Tigre Marciano Ravanello e o Deputado Adolfo Brito relataram as dificuldades que o município está enfrentando devido à estiagem.

Afirmou que este problema já vem de mais tempo e este ano, com a falta de chuva, foi agravado. Ravanello informou a baixa vazão registrada nos poços artesianos. Também mencionou pontos do acordo assinado em 2018 com a Companhia que não foram atendidas até o momento, como a questão do recolhimento do esgoto sanitário.

O engenheiro da Corsan, José Homero Finamor Pinto, fez um relato das dificuldades que a companhia tem enfrentado em todo Estado, e da situação de abastecimento em Arroio do Tigre. No encontrou houve uma videoconferência com o Superintendente de Santa Maria, José Roberto Epstein e com o Diretor de Operações, André Finamor, no intuito de debater soluções para os problemas.

Chegou-se num consenso da necessidade de substituir o plano inicial, que incluía a abertura de 5 poços artesianos, para a realização de um estudo de viabilidade para a construção de uma nova barragem com estação de tratamento (ETA), antecipando o que estava planejado para ocorrer em cinco anos. Agora, a Corsan deverá proceder levantamento da qualidade da água nos rios Jacuí e Jacuizinho, o que deverá ocorrer nos próximos dias, afim de verificar viabilidade de instalação de um novo sistema que contemple barragem de captação d’água, bem como uma estação de tratamento compacta (ETA) com vazão de 30 litros por segundo para o que, se acredita ser uma solução definitiva. O valor estimado para a construção dessa ETA é de, aproximadamente R$ 3 milhões. Isso poderá ser definido em relatório do departamento técnico da Companhia com posterior liberação da direção da Corsan.

“A comitiva acredita ser essa a melhor solução para o problema de água de Arroio do Tigre, e agora a decisão deve ocorrer por parte da diretoria da companhia”, afirmaram o prefeito e o deputado Adolfo Brito.

Participaram da reunião o deputado Adolfo Brito, o prefeito Marciano Ravanello, as vereadoras Mara Simone Seibert e Vívian Redin Mergen e os vereadores Gilberto Schafer e Leandro Timm, o Tigrinho. Representando a Corsan José Homero Finamore Pinto, Engenheiro da Corsan; Carina Cunha, gestora do departamento de negociação de contratos de programa; Samanta Takimi, superintendente de Relações Internacionais; além do Superintendente Regional Central, José Roberto Epstein e com o Diretor de Operações, André Finamor, estes por videoconferência.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.