Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
24°
10°C
Salto do Jacuí/RS
Tempo limpo
Tempo limpo
18°
10°
10°C
Arroio do Tigre
Tempo limpo
Ao Vivo:
Educação

Alunas da Escola Dr. Adolpho Sebatiany desenvolvem o Projeto Científico: Produtos Naturais para a Pele – DERMA – 100

Alunas da Escola Dr. Adolpho Sebatiany desenvolvem o Projeto Científico: Produtos Naturais para a Pele – DERMA – 100
06.09.2019 10h44  /  Postado por: Magali Drachler

As alunas Nathali Moreira e Camila Centa, orientadas pela professora coordenadora Anilda Dorneles, representaram a Escola Municipal de Educação Básica Dr. Adolpho Sebastiany de Sobradinho, na 11ª Mostra Científica do Verde é Vida, que ocorreu no dia 04 de setembro, no município de Lagoa Bonita do Sul. Na ocasião, elas apresentaram o Projeto Científico: Produtos Naturais para a Pele – DERMA-100.

O Projeto Verde é Vida tem como objetivo desenvolver a educação socioambiental, visando à preservação do ambiente, educação no meio rural, sustentabilidade, diversificação e a valorização dos agricultores. O trabalho é realizado com palestras, pesquisas, experiências, programas de sensibilização ambiental e de ação socioambiental, coleta de óleo saturado; bolsa de sementes, grupos ambientais, trabalhos científicos, distribuição de mudas e materiais didáticos pedagógicos. Neste ano, o Verde é Vida em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Sobradinho está proporcionando mais uma oportunidade de ensino aprendizagem para alunos e professores.

A Escola Dr Adolpho Sebastiany desenvolve vários trabalhos de pesquisa científica e realiza a coleta do óleo saturado durante o ano todo através do Grupo Ambiental: Sementes do Amanhã.

O Projeto: Produtos Naturais para a Pele – Derma 100 abordou questões como: o uso e incentivo de produtos naturais para a pele, que além de possuírem um preço mais acessível são livres de produtos químicos; o incentivo ao jovem a permanecer no meio agrícola, através do plantio de culturas alternativas, como a cultura do coco; a extração da glicerina e da camomila, que além servir de fonte de renda para o período do inverno, pode ser usada pelas abelhas para a produção de mel, livres de agrotóxicos,  uma vez que a planta não necessita de produtos químicos para o seu cultivo, contribui também para a polinização das plantas.

Para a realização da pesquisa foram feitas entrevistas, entre elas com Regina Cassamalli (Pastoral da Saúde), Adriano Dreher (Emater), Débora M. Rockenbach (Dermatologista), Iolete Rathke (Secretaria da Saúde), Maritza da Cás (Farmácia Manipulab), bem como foi realizado um levantamento de preços nos supermercados da cidade e nas Farmácias Associadas, onde foram atendidas por Morgana Ferraz, a fim de verificar o local com os valores mais acessíveis dos ingredientes que compõem o DERMA- 100.

Foi aplicado também um questionário para os alunos da escola Dr. Adolpho Sebastiany com a finalidade de verificar o conhecimento sobre os benefícios da camomila. Todos os questionamentos envolviam temas como: aspectos relacionados à pele (doenças de pele e uso de produtos naturais), o cultivo da camomila e seus benefícios, custo-benefício do DERMA 100.

A equipe diretiva da Escola salienta que sempre estimula os estudantes para refletir sobre o cuidado e a preservação do nosso planeta apostando em estratégias ambientais que sejam de baixo custo e possam trazer retorno financeiro. Além disso, a equipe busca sensibilizar seu público alvo para respeitar a natureza e o uso sustentável dos recursos naturais.

 

 

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.