Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
23°
15°
22°C
Salto do Jacuí/RS
Nublado
No ar: Frequência 107
Ao Vivo: Frequência 107
Polícia

Tentativa de assalto termina em morte em Candelária

Tentativa de assalto termina em morte em Candelária
21.02.2016 18h15  /  Postado por: upside

Uma tentativa de assalto terminou em morte na manhã deste domingo, 21, na localidade de Vila Botucaraí, no interior de Candelária. O agricultor Erli Rodrigues Padilha, 47 anos, foi atingido a tiros. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu, vindo a falecer.Conforme a Polícia Civil, a tentativa de assalto aconteceu por volta das 10h45. Segundo o relato de familiares da vítima, dois homens encapuzados e armados desceram de um veículo branco e entraram na casa de Padilha anunciando o assalto.Na ação, os criminosos chegaram ameaçando todos de morte e pediram por dinheiro. Um deles rendeu Padilha e foi com a vítima até o galpão ao lado da residência, onde estava estacionada a camioneta do agricultor. A Polícia apurou que Padilha teria se negado a entregar uma pasta com dinheiro e cheques, momento em que foi baleado por um dos assaltantes. Ferido por três disparos, que acertaram o rosto, tórax e abdômen, ele foi socorrido por vizinhos, mas não resistiu e morreu a caminho do Hospital Candelária.Após os disparos, os dois assaltantes embarcaram em uma moto Honda CG 150 Sport, cor preta com detalhe em cinza, placas INB 7801, de Candelária, pertencente a Cleber Quoos Padilha, filho da vítima e teriam fugido em direção à RSC 287 no sentido Novo Cabrais/Candelária. Além de alvejar Padilha, os criminosos também agrediram Tiago Alexandre Goelke, 30 anos, com uma coronhada na cabeça. O rapaz foi encaminhado ao Hospital Candelária, onde foi medicado e liberado.No local, os moradores relataram que um dos suspeitos, que ficou rendendo a família, é de média estatura, magro e usava uma blusa preta. Já o segundo, que supostamente teria atirado em Padilha, era de estatura média, gordo e usava uma camiseta com uma cor entre vermelho e rosa.O corpo de Erli Rodrigues Padilha foi encaminhado ao DML de Cachoeira do Sul para o exame de necropsia. Após será liberado aos familiares para os atos fúnebres. A Polícia Civil de Candelária investiga o caso e ainda não possui suspeitos.
 
Com informações de Tiago Garcia/Folha de Candelária

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.