Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
23°
15°
22°C
Salto do Jacuí/RS
Nublado
No ar: Frequência 107
Ao Vivo: Frequência 107
Notícias

Região ganha polo de ensino do Senar

Região ganha polo de ensino do Senar
21.03.2016 15h32  /  Postado por: upside

 O Sistema Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-RS) inaugurou no último fim de semana, em Cruz Alta, um polo educacional e uma nova turma do Curso Técnico em Agronegócio. Elaborado em parceria com a Rede e-Tec Brasil e regulamentado pelo Ministério da Educação (Mec), este é o primeiro programa de educação formal da entidade no estado.
O curso é gratuito e semipresencial, com 80% das suas 1.230 horas/aula pela internet. No total, mais de 300 candidatos participaram do processo seletivo para as 80 vagas disponíveis no Rio Grande do sul neste semestre.
A estrutura está localizada no parque do Sindicato Rural de Cruz Alta, parceiro da entidade na realização do curso. Com aproximadamente 450 m², o polo atende às exigências do Mec e possui salas de aula, sala de informática, secretaria, auditório e área de convivência. O local também servirá como um centro de atividades do Senar-RS voltadas ao produtor rural e parceiros. “A escolha de Cruz Alta não foi aleatória. A cidade preencheu diversos pré-requisitos para que se pudesse instalar um Polo de tamanho gabarito. Esses homens e mulheres que aqui estudarão, que possuem entre 18 e 65 anos, entrarão no mercado como técnicos totalmente capacitados para o agronegócio”, diz Gilmar Tietböhl, superintendente do Senar-RS. Sobre o curso Além do Rio Grande do Sul, o Curso Técnico em Agronegócio também ocorrerá nos estados do Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe, Tocantins e no Distrito Federal.
No restante do país, o processo seletivo para o Curso Técnico em Agronegócio já chega a sua terceira edição. De 2014 para cá, a rede, iniciada com 20 polos de apoio implantados em nove estados, quase triplicou. Agora já conta com 58 polos espalhados por 19 Estados, onde serão oferecidas mais de 2.500 vagas.
 
Com informações do Canal Rural

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.