Sábado, 17 de Novembro de 2018
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
26°
18°
23°C
Salto do Jacuí/RS
Dia nublado
No ar: Fim de Semana Mega Music
Ao Vivo: Fim de Semana Mega Music
Repórter Geração

“Lamentavelmente, vivemos a pior recessão da história”, diz secretário da Fazenda sobre situação das contas do RS

“Lamentavelmente, vivemos a pior recessão da história”, diz secretário da Fazenda sobre situação das contas do RS
Luiz Antônio Bins - Foto: JONATHAN HECKLER/ Jornal do Comércio
05.11.2018 10h01  /  Postado por: Redação

Após o governo do Estado anunciar, na quarta-feira (31), o pior cenário de quitação salarial desde o início da gestão Sartori – com previsão de iniciar o pagamento dos salários de outubro do funcionalismo apenas no dia 12 de novembro –, o secretário da Fazenda, Luiz Antônio Bins, falou sobre a situação das finanças públicas neste final de governo.

— A perspectiva para o final do ano é realmente termos dificuldade para sanar as dívidas que o Estado tem, mas estamos trabalhando para encontrar alternativas — afirmou, em entrevista à Rede Gaúcha Sat, sem entrar em detalhes sobre a possibilidade de dezembro terminar com duas folhas atrasadas: os salários do mês e 13º dos servidores.

Na quarta-feira, pela primeira vez desde que começaram os atrasos, nenhum servidor do Executivo recebeu no último dia útil do mês.

Questionado sobre o fato de o governo ter tomado uma série de medidas desde o início da gestão para impedir o quadro atual e, ainda assim, não conseguir evitá-lo, Bins disse que o Piratini conseguiu reduzir o déficit de R$ 25 bilhões para R$ 8 bilhões. Contudo, segundo ele, o Estado perdeu em arrecadação do ICMS mais de R$ 10 bilhões devido à redução da atividade econômica no país:

— Lamentavelmente, vivemos a pior recessão da história da República, pior que a grande recessão de 1929.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.