Domingo, 21 de Outubro de 2018
Telefone: (55) 3327 1071
Whatsapp: (55) 99732 1071
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
27°
14°
14°C
Salto do Jacuí/RS
Noite limpa
Ao Vivo:
Geral

JTI inaugura fábrica de cigarros em Santa Cruz nesta quarta-feira

JTI inaugura fábrica de cigarros em Santa Cruz nesta quarta-feira
26.09.2018 09h55  /  Postado por: Magali Drachler

Com investimento de R$ 80 milhões, a fábrica de cigarros da JTI será oficialmente inaugurada nesta quarta-feira (26). A estrutura, de 10 mil metros quadrados e três linhas de produção, fica no Distrito Industrial, em Santa Cruz do Sul, cidade que a JTI está desde 2009, quando iniciou sua operação com tabaco em folha. Na nova fábrica JTI serão produzidos cigarros das marcas Camel e Winston para o mercado nacional

Segundo o diretor de Assuntos Corporativos e Comunicação da empresa, Flávio Goulart, a decisão de investir no Brasil deve-se ao fato de a base técnica e operacional existente no País atuar com excelência e também de a matéria-prima brasileira ser utilizada na fabricação das principais marcas de cigarros da companhia em todo o mundo, devido ao alto padrão de qualidade. Sobre Santa Cruz do Sul, comenta: “A JTI reconhece a importância de investir em uma bem-sucedida cidade de negócios, com uma indústria bem estabelecida e que possui pessoas capacitadas para trabalhar na indústria do tabaco.”

Antes de iniciar a operação, em abril, a empresa levou mais de 50 colaboradores, entre operadores, engenheiros mecânicos e eletrônicos para treinamentos em fábricas na Rússia, Romênia, Ucrânia, Polônia e Suíça, para prepará-los para atuar conforme a cultura operacional. Para compor o time da fábrica, foram feitas mais de quatro mil entrevistas. Além da equipe fixa no Rio Grande do Sul, há pessoas de outros países que fornecem informações e conhecimento técnico e estratégico.

Com equipamentos importados da Alemanha e da Itália, a previsão é que até 2021 a estrutura seja capaz de produzir 4 bilhões de cigarros das marcas Camel e Winston ao ano. Há previsão de que a produção da fábrica brasileira seja distribuída também para Argentina, Bolívia, Chile e Equador e, aos poucos, para toda a América do Sul.

 

Portal Arauto.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.